Curso de Formação em Psicanálise Integrativa

INICIE AGORA MESMO O CURSO

Curso de Formação em Psicanálise Integrativa

Sobre o Curso

 A Psicanálise Integrativa tem como proposta o uso de novas técnicas para a abordagem do inconsciente, que vão além da limitada análise dos sonhos e associação livre, preconizadas pela Escola Freudiana. Assim a psicanálise integrativa reconhece em determinadas técnicas complementares, tais como Cromoterapia, Regressão de Memória, Neurolingüística, Hipnose, Acupuntura, Renascimento, Florais, e outros, forma-se diminuição do campo de resistência, abordagem direta do inconsciente, abreviando, com isso, o tempo de análise, conduzindo a Psicanálise para fora do ostracismo da “Terapia Eterna”.

 

O curso de Psicanálise é dirigido a todos os interessados em adquirir conhecimentos mais profundos em Psicanálise. Aos que querem aprender a dinâmica de seus problemas emocionais e afetivos de acordo com as teorias psicanalíticas, e aos que desejam dedicar-se à Psicanálise como Terapeutas e Clinicar.

Processo Seletivo: Entrevista individual gratuita,

As entrevistas são de 2º a 5º feiras, das 18 às 21 horas (horário agendado). Na própria escola, basta ligar e agendar.

 

Venha assistir uma aula sem compromisso, para conhecer a dinâmica das aulas e saber um pouco mais sobre o Curso de Psicanálise.

Faça a sua pré inscrição para assistir uma aula gratuita

 

Freud é o pai da psicanálise, em seguida vieram seus sucessores como Jung, Reich, Lacan etc. E de lá pra cá, os psicanalistas foram criando associações de Psicanálise hora freudianas, hora lacanianas, hora junguianas, reichianas dando às vezes uma impressão de seita, reivindicando para si os direitos da cura psíquica. A Psicanálise Integrativa, como significa a própria etimologia da palavra integrativa, procura uma junção de todos os autores neos e pós freudianos, criando um corpo psicanalítico onde houver congruências, e uma ampla discussão onde houverem divergências, na tentativa da criação de um novo saber. Iluminado também pela Física Quântica, que nos permeia filosofar novas técnicas de atendimento, como as terapias complementares e com isto, tornar holístico na acepção da palavra,criando-se uma verdadeira Psicoterapia Breve.

 

Turmas: São Paulo – Capital

Rua Agostinho Gomes, 2637 - Ipiranga - São Paulo

próximo ao Metrô Sacomã

Duração: 24 meses

 

Todas as 2º feiras das 19h30 às 22h30 hs e a partir do dia 09 de maio de 2016

tambémfromando turma para as 2º feiras das 08h30 as 11h30

VAGAS LIMITADAS

 

Requisitos : 2º Grau Completo


Para mais, queira entrar em contato conosco.

 

Conteúdo programático

1º) Sigmund Freud I

2º) C. G. Jung

3º) Sigmund Freud II

4º) Neurociência

5º) Psicopatologia

6º) Mitologia

7º) Wilhlm Reich

8º) Sigmund Freud III

9º )Psicossomática e Farmacologia

10º) Técnicas de Atendimento

11º) J.Lacan

12º) Psicanálise Integrativa

Total de Aulas Teóricas 336 horas

 

Atividades:
1º) Monografia ( trabalho de finalização de curso)

2º) Terapia individual

3º) Terapia de Grupo

4º) Analises de Filmes

5º) Trabalhos Individuais ou de Grupo

6º) Estagio Supervisionado

Total de Atividades: 930 horas

 

Estagio: Mínimo de 100 horas. Estágio supervisionado – iniciará no 13º mês de curso, supervisionado por Psicanalista Integrativo devidamente formado.

Total de Carga Horária do Curso : 1266 horas

 

Corpo docente

Psicanalistas,psicólogos e professores Acadêmicos.

 

Coordenação geral

Fátima Mora

Criadora da Psicanálise Integrativa

Curso reconhecido e aprovado por:

Fátima Mora - Criadora da Psicanálise Integrativa

 

Regulamentação

77. Ante o todo exposto, concluímos, pois que a psicanálise, nos dias de hoje, é uma atividade livre e não regulamentada por lei, que pode ser exercida por qualquer cidadão que possua os conhecimentos técnicos e habilidades suficientes à sua desenvoltura. Até o presente momento, não há lei que impeça o livre exercício da psicanálise, a qual não constitui num desdobramento, especialidade ou ramo, privativo da atividade médica ou da atividade psicológica. e por não configurar um ramo privativo da profissão de médico, ou da profissão de psicólogo, a psicanálise não está vinculada ou subordinada à atividade fiscalizadora dos conselhos regionais de medicina ou dos conselhos regionais de psicologia. Porém, mesmo inexistindo regulamentação legal da profissão, o psicanalista não está isento de reparar (indenizar) os danos decorrentes do mau exercício de sua atividade.

78. Realizando todas as considerações desta banca, passamos agora a responder, analiticamente, aos quesitos formulados pela consulente, Psicanalista Didata Fatima Mora.

a) É a psicanálise uma atividade profissional livre, que pode ser exercida por qualquer cidadão, ou consiste em profissão regulamentada?

A psicanálise é uma profissão livre, que pode ser exercida por qualquer cidadão, desde que esta possua conhecimentos técnicos ou habilitação profissional suficientes ao seu desempenho

b) É a psicanálise uma atividade privativa de médicos ou de psicólogos, e somente por estes pode ser exercida?

Não. A psicanálise é uma atividade autônoma e independente, e não constitui desdobramento, ramo ou especialidade privativa da medicina ou da psicologia, em termos legais. pode ser exerci da por qualquer cidadão, inclusive por médicos e por psicólogos, desde que detentores dos mínimos conhecimentos por tanto.

c) Caso não seja a psicanálise uma profissão regulamentada, qual lei que a regulamenta, e sob quais condições?

A psicanálise, até o presente momento, não é uma profissão regulamentada, pois inexiste lei federal que a regulamente e imponha limites ao seu exercício. Convém anotar que a continuada sistematização da matéria, bem com a criação de um maior número de associações de classe, tende a forçar a regulamentação legal da profissão, a exemplo de tantas outras. d) Existe um Conselho Federal de Psicanálise, bem como Conselhos Regionais, a exemplo do Conselho Federal de Medicina e do Conselho Federal de Psicologia?

Não, pois a atividade de psicanálise não é regulamentada por lei, logo inexistentes os órgãos incumbidos de seu controle e fiscalização. Os Conselhos Federais e Regionais, como o de Medicina ou de Psicologia, são autarquias públicas federais, órgãos da administração pública indireta da união. possuem poder de polícia e agem em nome do interesse público. sua esfera de atuação emana da vontade estatal e seus atos decorrem do poder de império que administração pública possui e impõe à toda sociedade. Os atos praticados por tais entidades são unilaterais, imperativos, e coercitivos, além de gozarem da presunção de legitimidade, tais quais os demais atos perpetrados pela administração pública.

79. É este, pois, nosso parecer, salvo melhor juízo, estando expressamente autorizada a sua publicação, desde que mantidas a fidelidade do conteúdo e a menção à autoria da obra.

 

Perguntas. Sobre Psicanálise e sua formação profissional!

 

Concluir o curso de Psicanálise Integrativa me permite clinicar? Sim. O curso de Psicanálise Integrativa permite que você tenha um consultório e exerça livremente a profissão de Psicanalista Integrativos. Nosso curso é reconhecido pelo Sindicato Nacional dos Terapeutas Naturistas (SINATEN).

 

O Curso tem registro no MEC?

Nenhum curso e reconhecido pelo MEC, devido a Psicanálise não ser uma ciência.
Nem tão pouco os demais cursos de formação em Psicanálise existentes no País. Inexistem, também, cursos de Psicanálise no âmbito universitário e sim Especialização Lato Sensu. Concluído, o psicanalista recebe um Certificado expedido pela Sociedade. No entanto, há sociedades que não emitem sequer uma comprovação de conclusão de curso. Nossa Escola cumpre a risca essa necessidade.

 

Quem é o Psicanalista junto á clientela e ao Ministério do Trabalho?

É um profissional que pratica a Psicanálise em consultórios, clínicas e até hospitais, empregando metodologia exclusiva ao bom exercício da profissão, quais sejam, as técnicas e meios eficazes da psicanálise no tratamento das psiconeuroses. Para atingir plenamente seus objetivos, o psicanalista deve ser uma pessoa com sólida formação humanitária, visto que a profissão requer uma acentuada cumplicidade entre analista e seu paciente. Os psicanalistas têm sua profissão classificada na CBO (Classificação Brasileira de Ocupações) no Ministério do Trabalho – Portaria nº 397/TEM de 09/10/2002, sob o nº 2515.50, podendo exercer sua profissão em todo o Território Nacional.

 

Por que o Curso é aberto às várias profissões?

É aberto porque nenhuma Lei especificou o contrário. Vale dizer, que desde o princípio era uma profissão aberta a quem se interessasse e que atraiu não só médicos – como Jung e Adler – mas também advogados, filósofos, literatos, educadores e teólogos, sociólogos e pedagogos. Por isso restringir a Psicanálise a essa ou àquela profissão é absolutamente contrário à ciência, ilegal e inconstitucional, pois “todos são iguais perante a Lei”.

 

O que regulamenta a profissão de Psicanalista?

No Brasil e no Mundo a psicanálise é exercida livremente e não é uma profissão regulamentada. Sendo assim, é uma profissão livre, reconhecida pelo Ministério do Trabalho e Emprego (CBO – código 2515.50), amparada pelo Decreto nº 2.208 de 17/04/1997, que estabelece Diretrizes e Bases da Educação Nacional e pela Constituição Federal nos artigos 5º incisos II e XIII. Repisando: pode ser exercida em todo o País.

 

O que faz o psicanalista?

Há uma grande necessidade de psicanalistas para orientar as pessoas na solução de seus problemas existenciais, tais como: fobias, ansiedades, depressões, obsessões, impulsos auto e heteroagressivos, angústias e crises de toda ordem. O profissional de Psicanálise ajudará a sociedade a ficar mais humana e a vida a ter mais sentido!

 

Quem poderá fazer o curso?

Médicos, Professores, Engenheiros, Odontólogos, Advogados, Assistentes Sociais, Pedagogos, Teólogos, Enfermeiros, Pastores, Padres, Psicólogos, Contadores, etc. Este curso é dirigido a todos os interessados em adquirir conhecimentos mais profundos em Psicanálise. Aos que querem aprender a dinâmica de seus problemas emocionais e afetivos de acordo com as teorias psicanalíticas, e aos que desejam dedicar-se à Psicanálise como Terapeutas e Clinicar.

 

O Curso de Psicanálise oferece titulação acadêmica?

Não. Nem tão pouco os demais cursos de formação em Psicanálise existentes no País. Inexistem, também, cursos de Psicanálise no âmbito universitário e sim Especialização Lato Sensu. Concluído, o psicanalista recebe um Certificado expedido pela Sociedade e pode atuar como psicanalista em todo país. No entanto, há sociedades que não emitem sequer uma comprovação de conclusão de curso. A SBPI cumpre à risca essa necessidade.

 

O certificado de conclusão do curso de Psicanálise é reconhecido em todo o território nacional, ou apenas para São Paulo?
O certificado é válido para que você atue como psicanalista em todo território nacional sem problemas legais.

 

Como deve ser feito o estágio no curso ?

O estágio para o curso presencial pode ser feito utilizando-se nossa infraestrutura na qual você atenderá pessoas com baixa renda em nossa clínica social. Será necessária que você tenha um supervisor para orientá-los em relação às sessões. Você decidirá de acordo com a agenda de atendimento da clínica social a disponibilidade para atendimento, os dias e a hora das suas consultas. É obrigatório que você compra no mínimo 80 horas de atendimentos supervisionados.

 

Como funciona o cumprimento de terapia psicanalítica para o curso de psicanálise ?

É obrigatório que você faça 100 horas mínimas de terapia psicanalítica para o curso, com um psicanalista indicado pela coordenação de cursos. É necessário o laudo deste profissional, atestando o cumprimento dessas horas de terapia psicanalítica.

 

Como fazer matrícula para o curso de Psicanálise ?

Para fazer sua matrícula para o curso de psicanálise é necessário que você marque uma entrevista com o departamento comercial, sendo que no dia desta entrevista você poderá fazer a matrícula para o curso. É necessário que você compareça munido de RG e comprovante de escolaridade. Deverá também fazer o pagamento da primeira mensalidade optando pelo pagamento do valor normal do curso ou a promoção de doze cheques com desconto.

 

Ao terminar o curso abrir um consultório e trabalhar como psicanalista?

Concluído curso de psicanálise, e conseqüentemente todas as suas exigibilidades, você terá um diploma que lhe dará o título de psicanalista permitindo que você abra um consultório e trabalhar legalmente como tal.

 

Como é feita a análise didática para alunos fora de São Paulo?

É obrigatório fazer 100 horas de análise didática presencial com algum psicanalista filado a qualquer entidade psicanalítica do Brasil, e nos mandar laudo deste profissional atestando o cumprimento de horas mínimas de terapia. O estágio pode ser feito em qualquer instituição do seu interesse sendo que você deve ser supervisionado quanto aos atendimentos (via de regra, seu psicanalista será seu supervisor). Você também deve enviar laudo atestando o cumprimento de 80 horas de atendimento supervisionado.