Coração novo e Coração com Cicatrizes

Coração novo e Coração com Cicatrizes

Um dia, numa praça, um jovem exibia seu coração, o mais bonito daquela cidade. Uma grande multidão se aproximou e admirou aquele coração, pois era perfeito. Não havia nele uma única marca que lhe prejudicasse a beleza.

Todos reconheceram que realmente era o coração mais bonito que já haviam visto. O jovem estava vaidoso e o ostentava com crescente orgulho.

De repente um velho homem, montado num cavalo, surgiu no meio da multidão, desmontou e bradou:

– Seu coração nem de longe é tão bonito quanto o meu!

O jovem e a multidão olharam para o coração do velho homem. Batia fortemente, mas estava cheio de cicatrizes. Havia lugares onde faltavam pedaços e também partes com enxertos que não se encaixavam bem, que tinham as beiradas salientes.

A multidão se espantou.

– Como pode ele dizer que seu coração é mais bonito?

O jovem olhou para o coração do velho homem e disse, rindo:

– O senhor deve estar brincando! Compare seu coração com o meu e veja. O meu é perfeito e o seu é uma confusão de cicatrizes e remendos .

– Sim – disse o velho homem.

– O seu tem a aparência perfeita, mas eu nunca trocaria o meu por ele. As marcas representam pessoas a quem dei o meu amor. Eu arranquei pedaços do meu coração e dei-os a elas e, muitas vezes, elas me deram pedaços de seus corações para colocar nos espaços deixados; como esses pedaços não eram do tamanho exato, hoje parecem enxertos feios e grosseiros, mas eu os conservo como lembranças do amor que dividimos. Algumas vezes eu dei pedaços do meu coração e as pessoas que os receberam não me deram em retorno pedaços de seus corações . Esses são os buracos que você vê. Dar amor é arriscar. Embora esses buracos doam, eles permanecem abertos lembrando-me do amor que tenho por aquelas pessoas, e eu tenho esperança de que um dia elas me dêem retorno e preencham os espaços que ficaram vazios. Agora você consegue ver o que é beleza de verdade?

O jovem ficou em silêncio, com lágrimas rolando por suas faces. Caminhou em direção ao velho homem, olhou para o próprio coração e arrancou um pedaço, oferecendo-o com as mãos trêmulas.

O homem pegou aquele pedaço, colocou no coração e tirando um outro pedaço do seu, colocou-o no espaço deixado no coração do jovem.

Coube, mas não perfeitamente, já que as beiradas eram irregulares. O jovem olhou para o seu coração, antes tão perfeito, mas agora muito mais bonito do que sempre fôra, já que o amor do velho homem entrara nele.

Moral da estória:  A melhor moral de estória que podemos ter é aquela que nós mesmos entendemos e a colocamos em prática.

Estratégia do filho na prisão – A derrota é opcional

Estratégia do filho na prisão – A derrota é opcional

A derrota é opcional.

Um senhor idoso vivia sozinho em sua casa. Ele queria virar a terra de seu jardim para plantar flores, mas era um trabalho muito pesado.

Seu único filho, que sempre o ajudava nesta tarefa, estava na prisão. O homem então escreveu a seguinte carta ao filho:

“Querido Filho…

Estou triste pois não vou poder plantar meu jardim este ano. Detesto não poder fazê-lo porque sua mãe sempre adorava flores e está na época do plantio. Mas eu estou velho demais para cavar a terra. Se você estivesse aqui, eu não teria esse problema, mas sei que você não pode me ajudar, pois está na prisão.

Com amor,
Seu pai.”

Pouco depois o pai recebeu o seguinte telegrama:

PELO AMOR DE DEUS pai, não escave o jardim! Foi lá que eu escondi os corpos!!!

Como as correspondências eram monitoradas na prisão, às quatro da manhã do dia seguinte uma turma de agentes da polícia apareceram e cavaram o jardim inteiro, sem encontrar nenhum corpo. Confuso, o velho escreveu uma outra carta para o filho contando o que acontecera. Esta foi a resposta:

“Pode plantar seu jardim agora, pai. Isso é o máximo que eu posso fazer no momento”.

Moral da história: Nada como uma boa estratégia para conseguir o que seria impossível.
Ter problemas na vida é inevitável, ser derrotado por eles é opcional!

Estamos oferecendo a você, gratuitamente, uma palestra de Coaching sobre Qualidade de Vida que fala bem sobre tudo isso, sobre hábitos que criamos, crenças do passado que nos limitam, palavras ou frases que tem influência sobre nossos pensamentos e atitudes e muito mais. Veja a data da próxima palestra Presencial (em São Paulo) clicando AQUI.

Pensamento:  “Se o mundo pode te mudar, você também pode mudar o SEU MUNDO”

Balões na Sala

Balões na Sala

Um grupo de 500 pessoas participavam de um seminário quando, de repente, o palestrante parou e decidiu fazer uma atividade em grupo. Foram então distribuídos um balão a cada pessoa.

Cada integrante foi convidado a escrever o seu nome no seu balão com uma caneta. Em seguida, todos os balões foram recolhidos e colocados em uma outra sala.

O palestrante instruiu as pessoas que entrassem na sala onde estavam os balões e que cada um achasse o balão com o seu respectivo nome. Esta tarefa deveria ser feita em 5 minutos.

Todos procuravam desesperadamente o balão com o seu nome, empurrando e batendo-se uns nos outros, um caos total, sem concluírem a tarefa.

O orador então pediu que cada pessoa pegasse um balão aleatoriamente e desse para a pessoa cujo nome estava escrito.

Em poucos minutos, todos estavam com o seu próprio balão.

Em seguida o orador falou: “Isso está acontecendo em suas vidas. Todos estão desesperadamente procurando a felicidade ao redor, sem saber onde ela está. Nossa felicidade está na felicidade das outras pessoas. Dê-lhes a sua felicidade e você vai ter a sua própria.”

E esse é o propósito da vida humana… a busca da felicidade.

Estamos oferecendo a você, gratuitamente, uma palestra de Coaching sobre Qualidade de Vida que fala bem sobre tudo isso, sobre hábitos que criamos, crenças do passado que nos limitam, palavras ou frases que tem influência sobre nossos pensamentos e atitudes e muito mais. Veja a data da próxima palestra Presencial (em São Paulo) clicando AQUI.

Pensamento:  “Se o mundo pode te mudar, você também pode mudar o SEU MUNDO”

Flor da Honestidade – O príncipe e a bela jovem pobre

Flor da Honestidade – O príncipe e a bela jovem pobre

Vale a pena ler.

Um príncipe resolveu se casar e mandou chamar todas as moças do reino que quisessem ser suas pretendentes.

Uma bela jovem muito pobre resolveu participar do desafio. Sua mãe ficou penalizada, pois a garota não tinha as vestes necessárias para competir com as outras, bem mais ricas e igualmente belas.

Mas a jovem, que amava o príncipe, revelou que iria assim mesmo, pois os poucos momentos que passaria na presença de seu amado já seriam válidos.

Chegou o esperado dia, e lá estava ela em meio a centenas de jovens, cada uma mais bela e bem vestida do que a outra.

Entra o príncipe e lança o desafio:

– Todas vocês são realmente muito belas, mas apenas uma será a minha esposa. Vou fazer um teste. Cada qual receberá uma semente. Deverá cultivá-la cuidadosamente. Após dois meses teremos um novo encontro. Aquela que trouxer a flor mais bela será a minha esposa.

A jovem saiu com sua semente e colocou-a em um vaso, cuidou, regou, adubou … e nada!

Procurou ajuda, mas ninguém era capaz de fazer sair um embrião daquela semente. Passados dois meses, a jovem tomou seu vaso vazio e voltou com as outras jovens à presença do príncipe, conforme havia sido combinado.

As suas amigas traziam flores maravilhosas, de todas as cores e tamanhos. Seria difícil para o príncipe escolher a mais bela.

Ao entrar, o herdeiro do rei olhou para todo aquele maravilhoso jardim florido e seu olhar repousou sobre o vaso vazio de nossa amiga. Aproximou-se lentamente e disse:

– Esta será a minha esposa, pois foi a única que trouxe a flor da honestidade. Todas as sementes que distribuí eram estéreis.

E foram felizes para sempre..

O grande vencedor nem sempre é o esperto!

Estamos oferecendo a você, gratuitamente, uma palestra de Coaching sobre Qualidade de Vida.

Veja a data da próxima palestra Presencial (em São Paulo) clicando AQUI.

Pensamento:  “Se o mundo pode te mudar, você também pode mudar o SEU MUNDO”

O Jovem e o Sábio da Vila

O Jovem e o Sábio da Vila

Em uma pequena vila existia um jovem rapaz, que andava meio triste. A sua vida estava meio bagunçada, ele estava passando por algumas situações de conflito e alguns sentimentos ruins estavam tomando conta de seu coração, mesmo ele não sabendo.

Nessa vila existia um grande sábio, que tinha um enorme coração e grande sabedoria. Ele adorava ajudar aqueles que vinham lhe procurar e sempre os recebia em sua casa com um grande sorriso e um forte abraço, disposto a ensinar e a aprender.

O jovem rapaz soube deste sábio e, mesmo ouvindo as grandes histórias de como ele ajudava as pessoas, sendo incentivado por seus amigos que viam a sua situação e queriam que ele se ajudasse e buscasse uma forma de sair daquele estado, continuava relutar. Um belo dia, ele decidiu que queria mudar, sair daquela situação e se permitiu ir até o sábio. Chegando lá, bateu na porta. O sábio abriu e, recebendo-o com um belo sorriso e um caloroso abraço, disse “Entre filho sente-se e vamos conversar.” O rapaz sentou-se à mesa.

No início estava meio desconfiado, analítico, mas depois de certo tempo foi confiando mais no sábio, percebendo que ele só queria ajudar. O jovem voltou à casa do sábio várias vezes e era recebido da mesma forma, falava tudo que o afligia. O sábio o ouvia, prestando atenção a tudo àquilo falado por ele e, no final, dizia algumas palavras sábias, as quais o jovem ouvia com a maior atenção e seguia tudo o que era dito, tentando colocar em prática todos os conselhos. Foi assim durante alguns meses.

Passou um tempo, a vida do rapaz já tinha mudado, ele seguia tudo aquilo falado, tudo aquilo que servia para ele. Estava se sentindo bem e confiante e decidiu que não precisava mais ir até o sábio. O jovem rapaz seguiu sua vida, passou algum tempo o jovem foi se esquecendo de algumas coisas, pouco a pouco foi deixando de por em prática aquilo que havia aprendido, foi deixando de alimentar aqueles sentimentos bons que existem dentro dele e voltando a ser como era antes. Sem mesmo ele perceber estava voltando a agir da mesma forma que agia antes.

Em um momento de indignação e carregado de rancor de angústia, o rapaz voltou mais uma vez à casa do sábio, esmurrou a porta… O sábio abriu com toda a sua calma com aquele sorriso maravilhoso de sempre é foi falando com uma voz mansa: “que bom que voltou estava com muita saudade”. O rapaz foi logo reclamando “Eu segui à risca tudo aquilo que foi dito, segui todos seus conselhos, suas palavras, até que as coisas mudaram, mas depois tudo voltou a ser como era antes, tudo o que me foi ensinado não adianta mais em nada. Eu não faço mais nada daquilo que foi ensinado, é como se estive apagado tudo da minha memória”.

O sábio ouvindo tudo aquilo se entristeceu, pois tinha dado seu máximo para ajudar aquele rapaz, olhou em seus olhos e disse: “Meu querido amigo, eu sempre o recebi em minha casa de braços abertos, ouvi com o coração todas suas lamentações e sentimentos. Usei todo meu conhecimento para que percebesse aquilo a ser mudado, eu nunca te obriguei a seguir algo que eu disse, a escolha foi sua de fazer aquilo que eu lhe propunha, o que achava melhor, e, também, a escolha foi sua em deixar morrer o que de bom foi plantado em você.”

“Eu não posso obrigá-lo a mudar nem posso forçá-lo a continuar alimentando sentimentos bons que foram aflorados dentro de você. A escolha de querer mudar e cultivar a cada dia, essa mudança é sua! Saiba que estarei aqui de braços abertos, te esperando quando precisar, disposto à, novamente, escutá-lo e fazê-lo perceber o quão maravilhoso é. Não culpe-me por suas falhas, a vida é feita de escolhas. Escolha alimentar o que de bom existe em você, escolha ser feliz, independentemente dos fatos, e tenha certeza de que as coisas irão mudar, a partir do momento que você se permitir ser essa mudança”.

Estamos oferecendo a você, gratuitamente, uma palestra de Coaching sobre Qualidade de Vida que fala bem sobre tudo isso, sobre hábitos que criamos, crenças do passado que nos limitam, palavras ou frases que tem influência sobre nossos pensamentos e atitudes e muito mais. Veja a data da próxima palestra Presencial (em São Paulo) clicando AQUI.

Pensamento:  “Se o mundo pode te mudar, você também pode mudar o SEU MUNDO”